Posts Tagged ‘inquérito

30
Jul
08

Inquérito a Jornalistas Precários

O mercado de trabalho para os jornalistas não está fácil. A conjuntura económica, as dificuldades de adaptação das empresas de comunicação à nova realidade e uma certa cultura empresarial de vão de escada fazem esta profissão ser mal paga e insegura. Sempre atentos à realidade dos trabalhadores precários, o movimento FERVE-Fartos destes Recibos Verdes enviou um email com um inquérito , promovido pelo Sindicato dos Jornalistas. Respondam e ajudem a mostrar o estado das coisas para os jornalistas em Portugal.

INQUÉRITO À PRECARIEDADE NO JORNALISMO 2008

O presente inquérito destina-se a ajudar o Grupo de Trabalho sobre Precariedade e Jornalismo Freelance, resultante dos encontros realizados em Maio passado pelo Sindicato dos Jornalistas, a aprofundar o conhecimento da realidade no terreno e a elaborar um estudo sobre a situação dos jornalistas nestas condições.

O questionário vai em formato Word aberto, a fim de que possas responder directamente às perguntas, mas também são aceites outras soluções de resposta. É muito importante, no entanto, que todas sejam respondidas.

As respostas ao questionário devem ser remetidas ao SJ até ao dia 30 de Setembro, através do endereço electrónico sinjor@mail.telepac.pt ou do fax n.º 213 422 583. Podes também remeter por via postal: Sindicato dos Jornalistas, Rua dos Duques de Bragança, 7-E – 1249-059 Lisboa.

QUESTIONÁRIO

  1. Em que consiste a tua precariedade: contrato a prazo, recibo verde, ou outra modalidade (neste caso, qual?)?
  2. Se estás a recibo verde, recebes por trabalho à peça, à página, avença ou outra fórmula (neste caso, qual?)?
  3. Qual a causa da precariedade: despedimento, opção pessoal, forma de ingressar na profissão, ou outra (neste caso, qual?)?
  4. Há quanto tempo te encontras em situação de precariedade?
  5. É a primeira vez que te encontras nesta situação? Se não é, especifica.
  6. A que atribuis o crescendo de situações de precariedade na comunicação social portuguesa?
  7. Em teu entender, no futuro os casos de precariedade vão aumentar, estagnar ou diminuir? (Justifica)
  8. Qual foi o último órgão de comunicação e respectivo grupo económico em que estiveste no quadro?
  9. Qual o(s) órgão(s) de comunicação em que trabalhas/colaboras?
  10. Qual é o teu rendimento médio mensal?
  11. Qual é o teu local de trabalho – a(s) Redacção/ões, a tua casa ou ambos?
  12. Recebes instruções da(s) chefia(s) desse(s) órgão(s) informação?
  13. De que forma a precariedade afecta a qualidade do trabalho e a independência editorial ?
  14. Exerces alguma outra actividade que não o jornalismo? Se sim, qual?
  15. Tens título profissional? Actualizado?

Dados*

– Idade:

– Sexo:

– Nome (opcional):

– Telefone (opcional):

– E-mail (opcional):

*O Grupo de Trabalho e a Direcção do SJ garantem absoluta confidencialidade dos dados pessoais confiados através deste inquérito

Continue a ler ‘Inquérito a Jornalistas Precários’

20
Maio
08

Blogar mudou o vosso jornalismo? | Has blogging changed your journalism?

Paul Bradshaw fez um pequeno inquérito para saber como é que ter um blog afectou o trabalho dos jornalistas. Se quiserem participar respondam aqui.

Paul Bradshaw created a survey to find out how blogging has affected journalists’ work. If you you want to participate go here.

As part of a book chapter on the subject I’m putting together some research on if and how blogging has changed our work as journalists. It would help me enormously if you could take a few minutes to complete this short survey on ‘Has blogging changed your journalism?’.

If you could pass on the link to other journalists who blog I’d be very grateful too.

Has blogging changed your journalism?

Continue a ler ‘Blogar mudou o vosso jornalismo? | Has blogging changed your journalism?’

03
Mar
08

7 Mitos | 7 Myths

O site brasileiro Escola de Comunicação fez um pequeno inquérito para tentar descobrir quais são os maiores mitos do Jornalismo online. Estes são os resultados:

primeiro mito

“O jornalista é ameaçado pelo jornalismo colaborativo”

segundo mito

“No jornalismo on-line há mais independência que em outros meios”

terceiro mito

“Não há espaço para grandes reportagens”

quarto mito

“Quanto mais rápido a matéria sair, melhor”

quinto mito

“Erros são perdoáveis devido à pressa”

sexto mito

“A barra de rolagem inibe a leitura”

sétimo mito

“É preciso muitas imagens para atrair o leitor”

Concordam com esta lista? Que outros mitos (bichos-papões) é que faltam aqui?
The brazilian website Escola de Comunicação (Communication School) did a small survey to find out which were the major myth in online journalism. These are the results:

first myth

“Journalists are threatened by citizen journalism “

second myth

“In on-line journalism there’s more independence than in other media”

third myth

“there’s no space for big stories”

fourth myth

“The faster it gets published, the better”

fifth myth

“Mistakes are excusable against the clock”

sixth myth

“Roll bar inhibits reading”

seventh myth

“It takes lots of images to attract the reader”

Do you agree with this list? Which other myths are missing here?

Ler aqui|Read it here Conheça os 7 mitos do jornalismo on-line

Via Os 7 mitos do jornalismo online, by Comunique-se

Continue a ler ‘7 Mitos | 7 Myths’




I moved | Mudei-me

140char

Sharks patrol these waters

  • 131.377 nadadores|swimmers
who's online

Add to Technorati Favorites

View my FriendFeed



Twitter

Add to Technorati Favorites Creative Commons License

Naymz | LinkedIn

View Alex Gamela's profile on LinkedIn

View Alex Gamela's page at wiredjournalists.com


Videocast

a

Ouçam o meu podcast AQUI | Listen to my podcast HERE |


My del.icio.us

Use Open Source

LastFM

 

Maio 2019
S T Q Q S S D
« Out    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031