05
Maio
09

IAmNews.com (versão portuguesa)


(read english version)

iamnews-logoAs empresas de comunicação estão a restruturar-se, a despedir e a recorrer ao outsourcing, deixando muitos profissionais veteranos sem trabalho fixo. Ao mesmo tempo, os recém licenciados em Jornalismo vêem as suas hipóteses de arranjar um emprego na indústria  ficarem cada vez mais  pequenas. Tornarem-se freelancers é, portanto, uma opção. Mas onde encontrar trabalhos ou pessoas para os fazer?  IAmNews é o ponto de encontro para ambos.

O conceito é simples: “Para os editores, é um local para distribuir trabalhos jornalísticos por entre uma rede internacional de repórteres e fotógrafos, e ver um conjunto de conteúdos criados por esses repórteres. Para jornalistas freelancer é um sítio para encontrar trabalhos ou publicar os seus próprios conteúdos informativos.”

A descrição é de Nir Ofir, fundador do IAmNews. “Basicamente estamos a tentar eliminar a distância entre  as necessidades dos dois lados, que é ligarem-se, mas que não o conseguem fazer hoje em dia devido a barreiras linguísticas e à falta de um ponto central para que os dois lados se familiarizem um com o outro quando necessário.”

A página assemelha-se a uma rede social, onde podemos criar um perfil descrevendo a nossa experiência profissional, os nossos tópicos favoritos, e especialidade (escritor, fotógrafo, cameraman). Há uma área intitulada de “redacção” que é onde as propostas de trabalho e conteúdos serão apresentados. E se quisermos, podemos publicar o nosso artigo e ficar à espera que seja licitado por um orgão de comunicação. Mas não pensem nisto como um serviço de agência com freelancers.

“Pensamos que o iamnews é diferente. É diferente porque se foca numa solução que irá ligar editores e repórteres em tempo real”, explica Ofir, “não estamos a assumir a parte editorial no nosso trabalho diário. Estamos interessados em criar ligações entre as pessoas e não em enviar histórias para os media.”

iamnews-what-is

Como funciona

E onde é que o IAmNews ganha o seu? “O nosso modelo de negócio é muito simples. Actuamos como mediadores e ficamos com uma parte das transações entre editores e contribuidores.” E só os editores é que pagam alguma coisa. ” O registo é gratuito, curto e simples. Os editores irão pagar pelos serviços dos jornalistas no nosso sistema por projecto ou como parte do nosso sistema de distinções.”

O projecto ainda está em fase Alfa, mas já se podem registar e testar as funções existentes. “No final do mês iremos abrir a nossa redacção, o que permitirá aos editores criar ofertas de trabalho (privadas e públicas) no nosso sistema. O sistema irá agir como um agente para todos os jornalistas registados e convidá-los a propor as suas reportagens, baseados na sua localização e especialidade.”

Será o IAmNews o prenúncio de um novo tipo de relacionamento entre a indústria e os profissionais, na futura ordem informativa mundial? “Numa altura em que a maioria das companhias de media fecham gabinetes e diminuem os recursos, dependendo maioritariamente de grandes agências genéricas, vemo-nos como uma futura alternativa, trazendo vozes e imagens que sejam rentáveis e diferentes.” Sendo estas últimas as palavras mágicas.


AddThis Social Bookmark Button

Share on FriendFeed


2 Responses to “IAmNews.com (versão portuguesa)”


  1. 5 de Maio de 2009 às 10:33 pm

    Alex, que iniciativa bacana! Para alguém que está prestes a se formar em jornalismo, conhecer um site como esse é incrível! Vou me inscrever agora!

    Muitos dos meus colegas de turma se formaram agora em janeiro. Pouquíssimos conseguiram algum emprego. Para piorar, estudamos em uma cidade pequena onde as oportunidades para comunicação não são muito grandes.

    Ou seja, formamos sem emprego e quase sem experiência no mercado.

    Hoje fui olhar algumas oportunidades para trabalhar no exterior através de uma empresa de intercâmbio. Encontrei um programa muito bacana de estágio remunerado nos EUA. É para trabalhar um ano e o programa é para estudantes ou recém-formados. Estou torcendo para que achem alguma coisa na minha área!

    No mais, adorei saber sobre essa nova rede! Continue escrevendo!

    Grande abraço!


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


I moved | Mudei-me

140char

Sharks patrol these waters

  • 128,741 nadadores|swimmers
who's online

Add to Technorati Favorites

View my FriendFeed



Twitter

Add to Technorati Favorites Creative Commons License

Naymz | LinkedIn

View Alex Gamela's profile on LinkedIn

View Alex Gamela's page at wiredjournalists.com


Videocast

a

Ouçam o meu podcast AQUI | Listen to my podcast HERE |


My del.icio.us

Use Open Source

LastFM

 

Maio 2009
M T W T F S S
« Abr   Jun »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

%d bloggers like this: