08
Set
08

Estarão os estudantes de jornalismo preparados? | Are J-students ready?


Old Thinking Permeates Major Journalism School

alana%20taylor.jpg

I sit in Professor Quigley’s class unsure of what to expect. As a member of Generation Y, I am in touch with what my peers find popular — the Internet, iPods, flip-flops, cell phones, etc. — but as a social media maven on the Internet I am an exception to the other 15 students in the class.

“Nowadays it’s essential for journalists to blog,” says Professor Mary Quigley to a class of 16 NYU journalism students. The class is titled “Reporting Gen Y (a.k.a. Quarterlifers),” and it’s one of the few NYU undergrad journalism classes that focuses on new media.

Old Thinking Permeates Major Journalism School, by Alana Taylor

A pergunta pode parecer estranha, pois a  questão que se vai pondo é se os cursos de jornalismo estão preparados para formar novos profissionais. Mas estarão os alunos preparados para enfrentar os cursos?

Creio que muitas vezes se parte do pressuposto que as novas gerações têm know how suficiente para lidar com o ambiente web, que são digitalmente literados. Pois acho que está errado: acredito que a maioria dos jovens com idade para frequentar o ensino superior não sabe navegar na web, usar ferramentas de publicação de conteúdos, ou apenas reconhecer  o que é um feed RSS.

É claro que posso estar enganado, estas minhas ideias não têm fundamento científico, baseiam-se em algumas experiências que tive e de uma sensação que ficou ao lidar com algumas pessoas.  Os professores que me lêem podem validar ou não estas opiniões graças a uma observação mais directa das capacidades dos seus alunos.

O artigo que justifica este post fala de alunos de Jornalismo da Universidade de Nova Iorque, que não têm blogs, e que têm programas e professores desfasados da realidade.  Se por parte dos alunos eu percebo a falta de iniciativa – também já fui jovem e prguiçoso, agora sou apenas jovem-   não compreendo a falta de espírito crítico relativamente à ausência de conteúdos  programáticos que englobem os media online de forma exaustiva. No meu curso não me lembro de termos falado uma única vez de conteúdos online, mas isso foi há 10 anos.

A quem se deve apontar responsabilidades? Aos directores dos cursos que não estão cientes do estado actual das coisas (se bem que deveriam era estar cientes do futuro estado das coisas), e aos alunos afectados, por não se queixarem nem se interessarem.Mas também ao sistema de ensino que não promove uma educação digital paralelamente à tradicional – que já é mal dada, em geral.

Podem dizer que toda essa geração de estudantes usa a internet diariamente, e tem contas em redes sociais, usa o messenger, etc. Pois, mas para se transformarem em profissionais de comunicação têm que saber mais do que jogar online, pôr fotos deles e dos amigos no Hi5, sacar música e filmes de borla, e mesmo assim muitas vezes com dificuldades. As competências que se lhes exige são imensuravelmente superiores, há um corpo de conhecimento que agora está a ser criado e posto em prática por um número relativamente reduzido de pessoas fará parte da base de toda uma actividade profissional, ao qual terão que estar atentos.

A questão que ponho é a seguinte: será esta falta de preparação apenas desinteresse intencional, ou uma enorme falta de noção da realidade? Aqui fica também o conselho de Jay Rosen para os jovens que blogam.

The question might sound strange, since the major doubt about teaching Journalism is if schools are well prepared to graduate the professionals of the future. But are students ready to face Journalism school?

I believe that too many times we start from the idea that the new generations have enough know how to adapt to the web environment, that they are digital literates. Well, i think that’s wrong: i feel that most youngsters old enough to be in college don’t know how to surf the web, use self publishing tools, or simply recognize and explain what is a RSS feed.

Of course i might be wrong, these are my scientifically un-fundamented ideas, based on some experiences i had, and a feeling i got dealing with some people. The teachers that may read this can or will not validate these conclusions thanks to a more closer contact with their students.

The article that set this post talks about Journalism students from the New York University that don’t have blogs, and out of touch curricula and teachers. If on one hand i understand a certain lack of iniciative – i was once young and lazy, now i’m just young – on the other i don’t understand the lack of critical spirit towards the absence of learning contents that regards exaustively online content. In my school, i don’t remember one single time we talked about creating online contents, but that was 10 years ago.

Who should be held accountable for this? The courses headmasters who aren’t aware of the current state of things (though they should become aware of the future state of things), and the students themselves, for not complaining or giving a damn about it. But also to the general teaching system, that doesn´t promote a digital education, alongside with the traditional education- that is bad enough already, in general.

You can say that this whole generation of students uses the web on a daily basis, and that  they own accounts in social networks, use IM, etc. Yeah, but in order to become true journalists or communication professionals they have to know more than play online games, post pictures on Facebook, or download music or movies for free, and many times with some difficulties. The abilities that will be demanded from them are hugely superior, there is  a body of knowledge that is being created and put in practice by a reduced number of people that will become part of the ground for an entire activity, to which they have to be paying attention.

This is what i ask : is this ill preparation just intentional allofness, or a huge lack notion of reality?

Here’s also Jay Rosen’s advice for young bloggers.


AddThis Social Bookmark Button

Share on FriendFeed


1 Response to “Estarão os estudantes de jornalismo preparados? | Are J-students ready?”



Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


I moved | Mudei-me

140char

Sharks patrol these waters

  • 128,734 nadadores|swimmers
who's online

Add to Technorati Favorites

View my FriendFeed



Twitter

Add to Technorati Favorites Creative Commons License

Naymz | LinkedIn

View Alex Gamela's profile on LinkedIn

View Alex Gamela's page at wiredjournalists.com


Videocast

a

Ouçam o meu podcast AQUI | Listen to my podcast HERE |


My del.icio.us

Use Open Source

LastFM

 

Setembro 2008
M T W T F S S
« Ago   Out »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

%d bloggers like this: