28
Mai
08

Aniversário


Foi há um ano que escrevi o meu primeiro post no Lago. Como em qualquer aniversário, acho que é altura de fazer um balanço e explicar algumas coisas a quem me tem seguido.

Cliquem aqui para continuar a ler.

.Quem

Olá , eu sou o Alexandre, tenho 30 anos, estou sem ocupação fixa há oito. Não fiz sequer dois mil euros no último ano, e estou a fazer contas com o prémio literário que ganhei,mais alguns biscates. Vivo em casa dos meu pais que juntos ganham pouco mais do que eu devia estar a ganhar sozinho. Neste aspecto, como eu há muitos, infelizmente. Tenho um curso superior em Comunicação Social, que de pouco me tem valido para arranjar trabalho, já que o que sei aprendi na sua grande parte por minha conta, apesar de achar que é muito importante ter uma formação universitária. Fiz de tudo: entreguei publicidade,trabalhei em bares e discotecas, fui jornalista para uma revista de música, trabalhei num canal de televisão, fui “webdesigner” (entre aspas, mesmo), estive numa rádio sem condições, fiz sondagens por telefone, e mais uma lista enorme de biscates. Tenho um período largo da minha vida em que não fiz nada, tenho outros em que trabalhei muito para ser alguma coisa – guionista, músico, promotor, etc. Eu não me estou a queixar, tem sido um caminho difícil mas interessante, e tenho muitos e bons amigos para provar que tenho sido correcto na forma como tenho vivido. Sei quem sou e o que valho, e isso deixa-me dormir sossegado à noite, e acordar cedo de manhã para trabalhar. Eu sou a minha empresa, e tudo o que eu faço é para saber mais, aprender mais, cumprir os meus objectivos. Fiz muita asneira (e acho que devia ter feito mais) , desperdicei oportunidades, e agora estou a ver se recupero o tempo perdido (que nunca o é, na realidade). O que vale é que os 30 são os novos 20, e aprendi a ser um optimista.

.Quê

Há dois anos e pouco estava a tirar uma formação no Instituto Pedro Nunes, apoiado pelo IEFP, em Ciberjornalismo, quando a minha formadora -a Inês Amaral- se virou para mim e me perguntou o que é que eu queria fazer da minha vida. Eu não soube responder, pela primeira vez na vida estava sem objectivos, sem aspirações (e sem emprego, para não variar). O que vale é que abri os olhos, e comecei outra vez à procura. Percebi que tenho capacidades e características muito boas para a área, e além disso, se é novo, para mim ainda é mais interessante. Desde então nunca mais parei de me interessar nos novos caminhos que estão a ser traçados para o jornalismo, especialmente porque gosto do processo de tentativa e erro, e da descoberta. São tempos pioneiros, e quantas vezes podemos fazer parte disso? Quando comecei o blog sabia que não queria fazer literatura nem choradinhos confessionais (como este), mas criar uma plataforma de trabalho, para me mostrar e demonstrar as minhas capacidades. Depois de ter enviado centenas de currículos ao longo dos anos, cansei-me de não ter respostas. Tenho investigado muito, aprendido com pessoas que são líderes no campo da comunicação, e tenho tido a sorte de poder trabalhar e interagir com algumas, e obter o seu reconhecimento. O Lago é a imagem que eu tenho para a comunicação: existe muito mais para além da superfície, e um ponto de choque cria ondulação que pode – ou não – chegar longe.Sim, tenho tentado fazer ondas. Tem sido a minha actividade principal,porque me forçou a voltar a uma actividade que eu tinha virado as costas, tem-me aberto portas e levado a conhecer pessoas muito interessantes. Às vezes não sei como o faço, mas tenho a sensação que o ando a fazer bem.

.Como

Ao longo do tempo tenho comprado algum material para o computador, pago uma net móvel que tem as suas manias, e todos os meses imagino o que poderia fazer com mais material, mais facilidade em deslocar-me, com outros meios que nem sequer são assim tão caros. Mas como não gosto (nem posso) ficar a dever, e o que preciso não é imprescindível, ando a contar com a ajuda dos meus amigos e das coisas que me podem emprestar. Mais uma vez, não me estou a queixar, estou a valorizar o que tenho: é meu e não devo nada a ninguém. É mais do que muita gente que anda para aí pode dizer.

.Onde

O meu local de trabalho é a minha casa, no meu escritório que é o meu quarto que é a sala, em família, na cidade onde eu cresci, à beira-mar. É um sítio de chegada, não de passagem, e isso isola as pessoas de cá. Não é um grande centro urbano, é uma cidade em decadência forçada, ao sabor de interesses políticos e económicos. O normal. Passo relativamente despercebido, especialmente entre os profissionais locais da comunicação,mas eu prefiro assim. Nunca gostei dos vícios do jornalismo local, nem das suas “personagens”. É fácil enganarmo-nos e cairmos no erro de pensar que somos importantes. As cidades pequenas vivem de tricas e jogos de poder que a mim não me interessam para nada, apenas porque aprendi a ver o que é realmente importante. Não sou melhor do que ninguém, mas puta que pariu, não se ponham a armar em bons, tenham noção de quem são e do vosso lugar na cadeia alimentar e na influência que têm – devia ser muito maior e mais eficaz – mas isso não é problema meu. Dizem-me muitas vezes para sair daqui, e vou sair, mas sei que agora não tenho condições para isso, e que nada é diferente noutro sítio qualquer. O meu trabalho e os meus contactos são na web, foi aqui que conquistei espaço, que fiz mais contactos e desenvolvi mais trabalho do que no mundo real, mas tenho sempre cuidado para não me alienar. O passo seguinte é materializar isso tudo na First Life, que a Second é muito pobrezinha, no fundo.

.Porquê

Já respondi a esta: sei quem sou e o que valho. Gosto de aprender e de ter a oportunidade de partilhar o que sei. Gosto de conhecer pessoas e ouvir as suas histórias, recontá-las. Percebo a importância de manter as pessoas conscientes da sua realidade. Porque tenho uma responsabilidade para comigo e para todos os que me apoiaram ao longo dos tempos. E porque sou um gajo rancoroso, e não admito que me tratem com menos respeito do que mereço. Quero trabalhar e ganhar dinheiro a fazer o que gosto. Por isso prefiro estar aqui do que numa caixa de supermercado, enquanto puder.

.Quando

Hoje. Agora. Amanhã. Há coisas que vão mudar por aqui, mas vão ter que esperar um bocado para ver isso. De qualquer forma, espero ter menos conversa e mais acção, aplicar a teoria à prática.Tenho imensos projectos e ideias em que estou a trabalhar. De resto, não faço planos a longo prazo, tenho objectivos para o futuro, mas o importante é o caminho, e o que retiramos do tempo que passamos nele.

E de quem nos acompanha. Tenho um rol de pessoas a quem agradecer, mas acho que cada vez que falo deles aqui no blog estou a retribuir de alguma forma. Às pessoas novas e às novas colaborações. Depois há os amigos que estão perto, mas esses sabem bem quem são, porque já lhes disse como são importantes para mim. A minha família, que tem tido tanta paciência comigo apesar de não perceber o que realmente ando a fazer da minha vida, e que só não me dá mais porque não pode. A quem se cruzou comigo e influenciou a minha trajectória, mesmo que tenha sido apenas por breves instantes. É tudo provisório, e quem se esquece disto é parvo.

Foi apenas um ano, e os resultados começam a surgir de há seis meses para cá. Tem sido uma subida lenta mas sólida, e acho que a diferença tem sido o facto de realmente estar a fazer coisas, em vez de andar a pensar nelas, ou a fazer planos inconsequentes, como é tão normal de se ver por aí. Tenho poucos leitores mas bons, e mais do Brasil do que de cá, e tudo gente com responsabilidades, interesse e talento. São os meus pares. Este é ainda o princípio (é sempre), e espero que possamos crescer todos juntos, sentados em qualquer margem. E obrigado.

Vejam o meu Best of , o meu Portfolio e o CV, pode ser que vos possa ser útil de alguma forma.

E depois de ter feito há algum tempo uma avaliação do Lago e de vos ter pedido para darem a vossa opinião, gostava de contar convosco para partilharem as vossas ideias comigo sobre como posso melhorar. Desejem-me sorte, que neste momento, é a única coisa que me falta.


AddThis Social Bookmark Button


5 Responses to “Aniversário”


  1. 1 Henrique Simões
    28 de Maio de 2008 às 3:38 pm

    Então muitos parabéns para ti e para “O LAGO” (óptimo local de pesca), que continuem os dois a crescer.

    Um abraço

  2. 2 paulo dâmaso
    28 de Maio de 2008 às 9:13 pm

    Parabéns! e espero que continues a trazer-nos “boas postas”
    Um abraço

  3. 3 Manuel Pinto
    28 de Maio de 2008 às 10:40 pm

    Caro Alexandre, este blogue foi uma das boas descobertas dos últimos tempos. Este seu texto deixa-me inquieto e, ao mesmo tempo, confiante. Daqui a um ano, espero um post bastante diferente deste.

  4. 28 de Maio de 2008 às 10:48 pm

    Obrigado Manuel, eu estava para fazer um post mais corrosivo mas ando cansado e saiu-me assim para o mortiço. O futuro, seja ele qual for, será próspero. Espero que no próximo aniversário esteja a contar como o trabalho que eu tenho é tão interessante que chateia lol. Um abraço.

  5. 29 de Maio de 2008 às 3:16 am

    Oi, Alexandre! Parabéns! Eu tenho acompanhado seu blog há uns meses e tem sido bastante útil para mim. Continue escrevendo e pesquisando, pq, eu tb acredito que é isso que nos faz bem: descobrir novidades sempre. abs.


Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s


I moved | Mudei-me

140char

Sharks patrol these waters

  • 119,710 nadadores|swimmers
who's online

Add to Technorati Favorites

View my FriendFeed



Twitter

Add to Technorati Favorites Creative Commons License

Naymz | LinkedIn

View Alex Gamela's profile on LinkedIn

View Alex Gamela's page at wiredjournalists.com


Videocast

a

Ouçam o meu podcast AQUI | Listen to my podcast HERE |


My del.icio.us

Use Open Source

LastFM

 

Maio 2008
S T Q Q S S D
« Abr   Jun »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

%d bloggers like this: