25
Out
07

A Redacção OpenSource | The OpenSource Newsroom


Que ferramentas podemos ter para fazer um trabalho jornalístico multimédia? As opções no mercado são muitas, mas como ter uma redacção num computador e não gastar quase dinheiro nenhum? Este artigo cobre algumas das opções OpenSource preferidas por um blogger vosso conhecido. Se tiverem algumas sugestões ou conhecerem mais alternativas, avisem.

(Ler mais…)

___________________________________________________________

(click here to read the english version)

Which tools can we own to make a multimédia journalistic assignment? There are lots of options out there, but how can we build our very own newsroom in a computer, with minimum expenses? This post covers some of the Open Source options, selected by a blogger of your preference. If you have any suggestions or know any other options, let me know.

 

 

O Escritório

No “escritório”, são muitas as ferramentas que podemos utilizar para nos organizarmos e estarmos prontos para cobrir o acontecimento. Desde já, o Firefox. Este browser faz mais do que o Explorer graças aos seus plugins. Os extras que recomendo são o InfoRSS, com o qual podemos ter em rodapé feeds RSS enquanto navegamos na net, é só escolher os que queremos e adicionar à lista. Outro, para criação e edição em html é o Codetech. Ambos disponíveis na página de plugins da Mozilla.

Para receber o email, em vez do Outlook, podemos fazer o download do Thunderbird, que é mais bonito e funcional (e é Mozilla). Se quisermos criar uma agenda, temos duas opções: o Mozilla Sunbird, que é um calendário muito versátil, em que todas as tarefas podem ser classificadas e apresentadas de uma forma bastante agradável; ou o Essential PIM, que é mais abrangente: para além de um calendário, tem um bloco de notas, lista de tarefas, e uma agenda bastante completa e configurável para os nossos contactos. A versão a pagar tem mais funcionalidades, mas a gratuita já ajuda bastante. Ambas as agendas servem de complemento uma à outra

Depois, se precisamos de tudo o que o Office do Windows faz , mas não o temos instalado no computador, basta descarregar o Open Office. Tem as suas manias, mas faz praticamente o mesmo.

A melhor parte é que todos estes programas podem funcionar a partir de uma pen USB, com a aplicação PortableApps. Depois, estejamos onde estivermos, basta só um computador com entrada USB e podemos trabalhar como se estivéssemos em casa. E da lista que vos vou dar, há mais programas que podem funcionar da mesma maneira.

Ok, agora já recebemos o email a notificar-nos do evento, marcámos na(s) agenda(s), anotámos os dados do nosso contacto na lista, escrevemos umas notas e algumas perguntas no Writer do OpenOffice, vamos ver o resto do material.

Para capturar o momento

Hoje em dia, toda a gente tem uma máquina digital ou um telemóvel que tira fotografias(a tecnologia já está a avançar tão depressa, que já podemos ver isto a acontecer mais vezes). Não vou recomendar nenhum material em particular, já que isso depende das necessidades e possibilidades financeiras de cada um. É preciso ter noção da qualidade que o material de que dispomos nos pode dar e trabalhar com isso. Isto aplica-se particularmente à fotografia e ao video. No áudio, há muitos gravadores acessíveis, estou seriamente a pensar em adquirir este Olympus VN-2100PC, que pode ser complementado com um microfone razoável.

O que interessa é que, seja qual for o material de captura, ele cumpra o seu trabalho, e não prejudique o nosso. Vale a pena vasculhar sites de vendedores e fóruns para se ter uma noção das qualidades do equipamento. Sempre que possível, testem-no antes de comprar, e sempre antes de saírem de casa.

A Edição

Bem, tirámos 135 fotografias, meia hora de vídeo, 40 minutos de áudio. Para além das nossas perguntas, temos guardado som ambiente, imagens do acontecimento, imagens à margem do acontecimento e o número de telefone de mais uns colegas, que conhecemos na altura.

Vamos às fotos. Escolham-nas e se for preciso fazer algum tipo de tratamento, trabalhamos com o GIMP, que pode causar estranheza aos utilizadores do Photoshop, mas dá perfeitamente para o gasto. Se quisermos criar um slideshow, teremos que reduzir todas as fotos à mesma dimensão, para não ficarem demasiado grandes e pesadas.Aqui entra o Photoscape, um editor básico que tem uma funcionalidade fantástica que é a possibilidade de pegarmos numa pasta com dezenas de fotos e reduzi-las a todas, em segundos, às dimensões pretendidas. Conselho: não destruam os originais, há a opção de criar uma nova pasta com as fotos nas novas medidas.

Enquanto estamos a editar as fotos, vamos ouvindo o áudio, que vai ser editado no Audacity, pelo menos para já. Os cortes principais, a separação das partes que queremos usar em vários ficheiros, tudo isso pode ser feito com o mais mítico editor áudio OpenSource. Depois podemos editar tudo no Reaper, um software mais avançado, multipista e já com muitas ferramentas de tratamento de som. Com o Reaper, podemos alinhar as várias porções de áudio, colocar uma faixa de fundo, fade in/out, crossfade, enfim, o que for necessário. Se tiverem um podcast e gostarem de o fazer em “directo”, o Wildvoice Studio é a ferramenta que abre mais possibilidades.

O vídeo pode ser visto com o VLC Media Player , leve e eficaz e que também pode fazer parte dos PortableApps. Podemos editá-lo com o AvidFreeDV, mas antes podemos preparar um pequeno guião com o CeltX. Aliás, podemos criar o guião, com storyboard antes sequer de ir para a rua, ou então criar um para o vídeo ou para a apresentação em Flash que queremos fazer.

Bem, trabalhar em flash não é bem para todos, e software gratuito para isso é coisa que não há. Mas há baratos como o SwishMax, que tem as suas limitações mas serve para apresentações dinâmicas, e que pode ter a ajuda do Inkscape, que é uma espécie de Freehand. Caso queiram só fazer umas páginas com texto e fotos, usem o Scribus em vez do Pagemaker e exportem para PDF com o doPDF.

Caso se tenham esquecido de perguntar alguma coisa, bem, usem o Skype. Se por acaso a pessoa com quem querem falar também usar, óptimo. Senão, sempre podem comprar créditos porque sai mais barato que uma chamada normal. Para gravar, usamos o PowerGramo.

Como

Agora, como captam, como editam, e como apresentam o vosso trabalho, há cursos online muito bons para isso. Os melhores, na minha opinião, pode ser encontrados em www.newsu.org , www.bbctraining.com e multimedia.journalism.berkeley.edu.

A partir daqui é com vocês.

 

ENGLISH VERSION

 

Which tools can we own to make a multimédia journalistic assignment? There are lots of options out there, but how can we build our very own newsroom in a computer, with minimum expenses? This post covers some of the Open Source options, selected by a blogger of your preference. If you have any suggestions or know any other options, let me know.

 

The Office

 At the “office”, there are many tools that we can use to organize ourselves, and be prepared to cover an event.. For starters, Firefox. This browser does a whole lot more than Explorer, thanks to the available plugins. The extras that i recommend are InfoRSS, with which we can read our RSS feeds, running at the bottom of the browser as we surf the web.We just have to select our favourite feeds and add them to the list. The other, to create and edit some html, is Codetech. They’re both available at the Mozilla plugins page.

 

To get your email, instead of Outlook, we can download Thunderbird, which is prettier and more functional(and it’s Mozilla). If we want to create a calendar, we have two options : Mozilla Sunbird is quite versatile, and all tasks and events can be classified and presented in an pleasant way; or Essential PIM, that has more possibilities: besides being a calendar, it has a notebook, task manager, and a very complete contact book, that can be configured as we wish. The commercial version has more functions, but the free one will do just fine. Both calendars complement each other.

 

Then, if we need something to do what Windows’ Office does, but we don’t have it on our computer, just download the Open Office. It has it’s quirks, but it does almost the same.

 

The best part is that all these programs can work from an USB pen, using the PortableApps application. So, wherever we are, we just need a computer with a USB port and we can work like if we were at home. And from the following list there are others that can work the same way.

 

Ok, we’ve already got our email, notifying us about the event, we scheduled it on our calendar, wrote down our contact’s data on the Personal Information Manager, typed a few notes and questions using OpenOffice’s Writer, so lets check our equipment.

Capture The Moment

Nowadays, everyone has a digital camera or a cell phone that can take pictures (technology is developing so fast that we will see this happen more often). I’m not recommending any particular type, since that depends on the needs and the finantial capabilities of each one of you. You must be aware of the quality your equipment can give you and work with it.This applies specially to photography and video. In audio , there are lots of cheap recorders, i’m seriously considering the chance to buy this Olympus VN-2100PC, complemented with a reasonable mic.

What matters is , whatever you have it must do it’s work and not compromise yours. Browse through vendors websites and forums to find what you need. Whenever possible, test it before you buy it, and do that always before leaving home.

 

Editing

Now, we took 135 pictures, half hour on video, and 40 minutes of sound. Besides our interviews, we have ambient sound, images of the event, images on the side of the event, and the phone number of a few other people and colleagues that we met there.

Pictures first. Select them, and if they need some treatment use GIMP, that can be a bit strange to the regular Photoshop user, but that works just fine. If we want to create a slideshow, we’ll have to reduce many images to the same size, so it won’t get too heavy. Photoscape steps in, a basic photo editor that has a powerful tool that can take a folder with dozens of pics and resize them all at once in a matter of seconds, to the measure we need. A word of advice: never destroy the originals, there’s an option to create those new pics in a new folder.

While we’re working the photos, we can hear the audio we recorded, and that can be edited with Audacity, at first. The main cuts, the selection of the soundbytes and their separation in different files, all can be done with the most mythical Open Source audio editor. After that, we can mix it all with Reaper, a more advanced editing software, with multitracks and sound treatment tools. With Reaper, we can align the quotes and sounds, place a background track, fade in/out, crossfade, whatever may be needed. If you have a podcast and you like to do it “live” Wildvoice Studio is the tool for you.

 

Video can be seen with VLC Media Player , that is light and effective and a part of the PortableApps. We can edit with AvidFreeDV, but we can also prepare a small script with CeltX. We can create a script, with a storyboard, even before going out, or we can use it to plan the edition for the Flash presentation that we want to do.

 

But flash isn’t for everybody, and free software is rare. But there’s a cheap option,SwishMax, that is somewhat limited but it’s great for dynamic presentations, and that may have the help of Inkscape, which is a sort of Freehand. If you just need a few pages with text and pics, use Scribus instead of Pagemaker and export all to PDF with doPDF.

 

If you forgot to ask something on the field, well, use Skype. If by any chance the person you need to talk is a Skyper too, excellent. If not, you can always buy credits that are cheaper than a regular phone call. To record the conversation, use PowerGramo.

 

How

Now , to capture, edit and present your work, there are very good online courses to tell you how. The best, in my opinion can be found at www.newsu.org , www.bbctraining.com and multimedia.journalism.berkeley.edu.

 

From this point on, it’s up to you.

 

About these ads

4 Responses to “A Redacção OpenSource | The OpenSource Newsroom”


  1. 9 de Janeiro de 2009 às 5:15 pm

    Uau, incrivel a utilidade e o ritmo deste post.


Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s


I moved | Mudei-me

140char

Sharks patrol these waters

  • 122,403 nadadores|swimmers
who's online

Add to Technorati Favorites

View my FriendFeed



Twitter

Add to Technorati Favorites Creative Commons License

Naymz | LinkedIn

View Alex Gamela's profile on LinkedIn

View Alex Gamela's page at wiredjournalists.com


Videocast

Top Clicks

  • Nenhum

a

Ouçam o meu podcast AQUI | Listen to my podcast HERE |


My del.icio.us

Use Open Source

LastFM

 

Outubro 2007
S T Q Q S S D
« Set   Nov »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

%d bloggers like this: