01
Jun
07

Quero ser Jornalista(?)|(Do) I want to be a journalist(?)


Eu bem tento mas não resisto. O Ponto Media do António Granado é dos mais valiosos recursos que qualquer um que se interesse por Comunicação deve ter em conta. Quando recebemos um desafio destes na e-caixa do correio, é difícil pôr as coisas noutra perspectiva. Esta foi a minha resposta:

“Estudem Matemática e escolham outra profissão. O jornalismo não é glamoroso nem uma porta para a fama.A maior parte das vezes é rotineiro e mal pago. Muitos jornalistas são maus profissionais e o ambiente de maledicência entre colegas (depende dos meios) é de cortar à faca. É uma profissão mal vista por metade da população. É desgastante emocionalmente, e mais do que técnicas, cursos, ou conhecimentos, exige estômago. Os jornalistas -juntamente com os polícias- são os profissionais com maior propensão para a depressão, suicídio, úlceras, impotência, divórcios. Não há 9 às 5. É um trabalho perigoso, ingrato, e para se ser respeitado por quem interessa é preciso ser-se íntegro. É preciso gostar de engolir sapos. É das ocupações que definem as pessoas, um jornalista É jornalista. Se mesmo assim preferem arriscar um Curso de Jornalismo em vez de estudar mais Matemática, entrem em que faculdade entrarem, agarrem-se com unhas e dentes ao trabalho, escrevam blogs, leiam jornais todos os dias, não sejam esquisitos, arranjem emprego nem que seja de borla num jornal local ou numa rádio qualquer durante o curso, porque mais do que a formação o jornalista faz-se na experiência.Estudem tudo o que há sobre jornalismo porque um bom jornalista faz-se na sua formação e não só na sua experiência. Sejam curiosos.”

Acho que não estou a enganar ninguém.

_______________________________________________________________

I try, but i just can’t resist. António Granado’s Ponto Media is one of the most valuable resources that anyone interested in Communication must take in consideration. When many young graduate wannabe journalists ask for directions, it´s hard to put things in a different perspective than this:

“Study more Math and choose another job. Journalism isn’t glamorous nor the stepdoor to fame. Most times is just underpayed routine. Many journalists are lousy professionals, and the relationships between colleagues (in some places) can be quite harsh. Half of the population thinks journalists are despicable. It’s emotionally demanding, and more than techniques, degrees or knowledge, it demands a strong stomach. Journalists -along with police officers- are more akin to depression, suicide, ulcers, impotence,divorce. There is no 9 to 5. It’s a dangerous, ungrateful job, and to be respected by the ones that matter you must have integrity. You got to grin and bear it. It’s one of those jobs that defines the individual, a journalist IS A Journalist. But, if even so you want to take your chances in Journalism instead of studying more Math,whatever college you get into, work hard, blog, read newspapers everyday, don’t be picky, get a job even for nothing at a local newspaper, or some radio during the course, because more than theory, practice makes the journalist. Study everything about journalism because a good journalist depends also on his knowledge and not only on experience. Be curious.”

I don’t think i’m misleading anybody.


13 Responses to “Quero ser Jornalista(?)|(Do) I want to be a journalist(?)”


  1. 1 Filipa Salgado
    11 de Janeiro de 2008 às 3:36 pm

    Eu quero MUITO ser jornalista ! Tenho 15 anos e entrei em Humanidades contra todas as opiniões e todas as vontades . O meu pai é engenheiro e todos os dias me faz tentar perceber que esta área não é fácil . Não é facil , eu sei que não é fácil . Mas também , muito sinceramente , não ia mudar de vocação por ter nascido com uma que não seja fácil . Eu gosto disto e não me imagino a fazer outra coisa . Sempre fui excelente aluna a línguas embora as ciências também fossem disciplinas onde os 4 e os 5 (escala de 1 a 5) fossem constantes ! Fascina-me a comunicação com as pessoas , a expressividade , o contacto , a insegurança .. Tive professores que , embora saibam perfeitamnete as dificuldades de emprego da área me disseram para seguir exactamente o que eu segui . Compete-me agora esforçar-me e dar tudo aquilo que conseguir para que no final da universidade consiga uma boa média . Senão conseguir emprego , logo se vê . Senão conseguir emprego vou trabalhar para um balcão de uma loja ou vou servir cafés e vou , provavelmente insultar aqueles que me disseram que tinha jeito , aqueles que disseram que esta era a minha profissão , mas não me vou arrepender de ter seguido o meu sonho . Não me vou arrepender de conseguir (pelo menos sonhar) fazer o que eu gosto .
    Todos sabemos que a Matemética assegura um futuro mais promissor do que as letras , mas pior que tudo é vocês terem tudo para serem excelentes profissionais (emprego , remuneração ..) e não se sentirem realizados , não acordarem com vontade de fazer o que fazem , não “correrem por gosto . Por isso pensem bem no que querem fazer da vossa vida , e persigam quilo que idealizam , porque o mais fácil nem sempre é o melhor para nós !
    Filipa Salgado

  2. 11 de Janeiro de 2008 às 4:30 pm

    Olá Filipa, não retiro uma linha ao que disse antes porque vivo isso tudo. Acho que tu estás no caminho certo, precisamente porque tens noção de que vai ser difícil, mas é o que queres fazer. Eu fiz este post para que as pessoas que acham que querem ser jornalistas se questionem, e avaliem as razões que têm para entrar nesta profissão desgastante, ingrata e mal paga. Eu sei do que estou a falar, porque hoje disseram-me que não tinham dinheiro para me pagar pelo meu trabalho, que independentemente de ser bom ou mau aparece feito. E nem é muito dinheiro. Eu percebi o que queria fazer quando tinha a tua idade, tive muitas dúvidas pelo meio e tentei recuperar o tempo perdido nos últimos anos. Agora que estou nos 30 e sei o que quero, sinto exactamente o mesmo que há 15 anos atrás: um fascínio e uma vontade enorme de aprender e partilhar bocados do mundo com todos. A única maneira de se fazer esta profissão em condições é com gosto, vontade e trabalho. Se faltar qualquer um dos três,mais vale estar quieto.
    Por isso Filipa, não esperes pela universidade. Cria o teu blog, usa os recursos existentes na net para aprenderes o máximo que puderes sobre a profissão, e começa a colaborar numa rádio local, numa revista, num jornal.Felizmente, esta é daquelas áreas em que se pode começar cedo. Mas FAZ. Todos os sonhos são possíveis, desde que lhes juntemos muito trabalho. E boa sorte,que também dá jeito.
    Se tiveres dúvidas ou se procurares algum tipo de informação específica sobre formações, cursos online ou livros e sites dedicados ao ensino da prática jornalística e não encontrares aqui, diz qualquer coisa. Pode ser que possa ajudar.

  3. 4 de Setembro de 2008 às 2:58 pm

    Oi…eu adorava seguir humanidades todos me estão a apoiar, mas tenho muitas duvidas em relaçao a tudo.O meu sonho é ser jornalista, todos dizem que tem tudo para dar certo,no entanto eu gostava de saber mais sobre humanidades e em particular sobre jornalismo.
    Aquelas duvidas que eu anteriormente disse que tinha como por exmplo: que discilplinas vou ter, em humanidades e jornalismo?que fazer quando o curso tiver terminado?que universidade terei de frequentar?qual a média necessária para entrar?entre outras questões…ás quais ninguem me sabe dar as respostas certas.Tudo parece simples mas eu n concordo.
    Podem me dar essas respostas?E dar concelhos?
    ficaria muito agradecida…

  4. 4 de Setembro de 2008 às 3:52 pm

    Bem Vanda, as tuas dúvidas são perfeitamente legítimas e a paixão por uma actividade ajuda muito para que sejamos bem sucedidos nela. As médias nas universidades vão variando, mas podes procurar os guias do estudante para o ensino superior para veres as médias de entrada nos cursos de jornalismo.No liceu não faço a mínima ideia de quais serão as disciplinas, mas na universidade procura os cursos que privilegiem as novas tecnologias, e que tenham as melhores condições. Essa é a tua primeira investigação jornalística: procurar dados sobre os cursos de jornalismo, e falar com pessoas sobre eles. Não te posso ajudar mais nesse campo.

    Os conselhos que te dou são estes, e são muito simples:

    - melhora o teu português: o teu comentário está cheio de erros ortográficos e alguns gramaticais. Se cada um falar a língua à sua maneira ninguém se entende. Para resolveres isso aconselho-te a ler mais livros, e de preferência vai tentando ler obras que sejam intelectualmente mais exigentes do que a anterior. Se houver algum conceito que não compreendas, usa o computador, o Google é uma ferramenta fantástica. Isto leva-me ao ponto seguinte.

    - desenvolve o teu conhecimento: um jornalista tem que ser curioso por natureza, caso contrário é mau jornalista. É preciso que tenha a capacidade de perceber o porquê das coisas, e inteligência para compreender as consequências de determinada situação. Se não queres aprender coisas novas, escolhe outra coisa para fazer na vida.Hoje em dia o grande problema no jornalismo é a divisão entre os que querem aprender, e os que querem ficar na mesma.

    - respeita os outros: isto pode soar um pouco estúpido, mas no jornalismo lida-se basicamente com pessoas. Se não respeitarmos a pessoa com quem estamos a falar, e, acima de tudo, a comunidade que queremos informar, estamos a ser más pessoas. E maus jornalistas.

    - começa a trabalhar num orgão de comunicação, local ou na web: deves andar a meio do liceu, pelo que pude perceber, mas nunca é demasiado cedo para teres contacto com a realidade. O jornalismo é daquelas profissões que se aprende enquanto se trabalha, o que traz duas vantagens- se vês que não gostas estás sempre a tempo de fazer outra coisa, e se gostares já estás a ganhar experiência. Tens formações para jovens jornalistas e outras coisas do género no site da Youth Press Portugal . E visita sites ligados ao jornalismo para começares a conhecer os cursos que existem em Portugal, e fala com pessoas que conheças que estejam em Jornalismo para saber o que eles pensam dos cursos onde estão. Procura na web manuais de jornalismo, e cursos online de jornalismo, porque eles existem. Em português e em inglês.

    - podes criar o teu próprio blog onde faças as tuas próprias reportagens de concertos, festas, etc. Aprende a usar ferramentas como slideshows, editores de vídeo, áudio e de fotografia. Se não tiveres material usa o telemóvel. Para começar chega bem.

    - lê jornais e revistas, visita sites informativos, vê as notícias na TV: primeiro apercebes-te que existem várias maneiras de contar a mesma coisa, e depois também começas a ganhar noção de qual é o meio que mais te fascina.

    - se não és humilde, esquece: há sempre alguém que sabe muito mais que nós, e devemos aprender sempre com esses. Há também os outros que não prestam e nos dificultam a vida, mas temos todos que engolir sapos algum dia.

    - não tenhas medo: dúvidas temos todos, mas esta profissão baseia-se no pressuposto de que queremos saber uma coisa que ainda não sabemos, ou que as pessoas não sabem e precisam de saber. Fazer perguntas a desconhecidos é o dia a dia de um jornalista,por isso não te podes dar ao luxo de ser tímida.

    - cria a tua vida para além do jornalismo: esta profissão é absorvente, viciante, enclausurante. Mas precisamos todos de uma vida para além do trabalho.

    Boa sorte.

  5. 5 Adriana
    4 de Setembro de 2008 às 8:12 pm

    ola eu tenho 13 anos e tenho o sonho de ser jornalista. Apesar de muitas pessoas me aconcelharem a não seguir esta profissão, eu tenho a certeza que é isso que eu quero fazer para o resto da minha vida. Todos os dias leio revistas,jornais, vejo noticias… é verdade que ás vezes tenho medo de quando acabar a minha formação ficar no desemprego, mas já cheguei á conclusão que todas as profissões correm esse risco. Tenho consciência que não é nada fácil ser jornalista, mas esse é o meu único sonho e vou fazer de tudo para realizá-lo. Só tenho uma duvida: quando for para o liceu que curso é que devo escolher? Fico agradecida se responder a esta minha questão!

    Cumprimentos

    Adriana Rego

  6. 4 de Setembro de 2008 às 8:17 pm

    Adriana , desculpa mas não te posso ajudar, já deixei o liceu há 13 anos e as coisas mudaram um bocado desde então.

    Mas assim que as aulas começarem, aconselha-te com a tua directora de turma sobre quais são as tuas opções,ou na secretaria ou no psicólogo/orientador da tua escola.
    Essas pessoas estão lá para vos ajudar. E boa sorte.

  7. 7 stefany
    9 de Janeiro de 2009 às 3:45 pm

    Eu quero muito ser jornalista,tenho 16 anos e gostaria muito de saber o que posso fazer para que começe a aprender mais sobre essa profissão e locais onde posso estar aprendendo e me informando.
    Bom todos dizem que ser jornalista não é muito bom ,que não é um bom emprego e coisas do tipo ,mais não me inporto com o que dizem as pessoas quero fazer isto pq gosto e não pelo tanto que ganharei pelo meu trabalho,quero fazer isto pq gosto ,pq esta profissão me facina ,eu gostaria muito de ser jornalista de televisão,quero trabalhar com noticiário o que devo fazer pra realizar o meu sonho ?Por favor me ajude não tenho idéia de como começar.
    desde já muito obrigado.

  8. 13 de Janeiro de 2009 às 6:57 pm

    Oi Stefany, os únicos conselhos que te posso dar são os que dei anteriormente. Informa-te junto dos teus professores, e com pessoas que conheças ligadas ao jornalismo. É difícil, mas com muito trabalho e dedicação é possível. Mas dou-te já um conselho: corrige o teu português. Quando a ferramenta é a palavra, é melhor saber usá-la correctamente.

    Boa sorte.

  9. 9 Fernanda
    3 de Abril de 2009 às 11:58 pm

    Olá Alexandre.

    Estou me sentindo em casa, todos aqui tem os mesmos propósitos,
    e tiveram em alguns momentos receios em seguir a carreira.Pelos
    mais diversos motivos,principalmente pelo temido desemprego,de não conseguirem
    ingressar na área a que tanto estudou, todos os dias se lê e se ouve que
    o jornalismo é umas das profissões mais difíceis de se sair empregado.A
    mal remuneração (as quais dizem ser grande)não é um argumeno eficaz em minha
    decisão, digo isso porque meus pais e outras pessoas me disseram que não se é
    possível viver dignamente com o dinheiro que se ganha, dignamente é no sentido
    de se ter o que todos deveriam ter(bons imóveis, móveis,lazer, condições de
    sustentar uma família investindo em boas escolas).É um ponto que discordo, pois
    isso não se aplica em geral, se vê muitos jornalistas com bons empregos, bem re-
    munerados e até famosos. O jornalismo têm sim muitos pontos negativos que levam
    a desistências de pessoas que se dizem quererem ser jornalista, que na verdade é
    apenas uma pequena empolgação.Porèm tem lados positivos e é neles que devemos
    assegurarmos.

    Obs: Li todos os comentários postados em seus blogs, e percebi que estou sim
    no caminho certo, todas essas declarações se encaixam perfeitamente a que penso,
    e as dicas que foram fornecidas a colega Vanda, é em maioria o que mais faço,
    ler revistas, jornais, e ter acesso a vários sites relacionados ao jornalismo
    é o que mais tenho, estão todos gravados em favoritos, sempre que posso acesso-os
    e comento neles, aliás o seu já esta adicionados a favoritos,e acessarei
    frequentemente.Cursei ano passado o laboratório de redação, longe de mim saber escrever corretamente ou conhecer tudo sobre gramática, tenho muito a aprender, e a cada dia busco mais informações que melhorem o meu português.Nesse ano estou
    cursando Inglês na Kumon e computação gráfica,tenho 18 anos com o 2º grau completo.
    No momento não tenho condições de me ingressar em uma faculdade, a única
    maneira é através do Prouni ou federal, estou empenhando-me para isso, estudando
    bastante.Lembrei me agora de uma dica que sedeste a Vanda, a de começar a
    contribuir em empresas de comunicação, como jornais, revistas entre outras.No
    meu caso não é possível, moro em uma pequena cidade do interior de Minas e o
    único veículo de comunicação é uma pequena vanguarda, que tem como “jornalistas”
    pessoas empossadas pela atual prefeita, e nesta vanguarda relata apenas o lado
    positivo da atual administração, camuflando o lado negativo, além de que não
    permitem outras pessoas sem ser estes de trabalhar ou contribuir.

    Obrigada pela atenção!!

  10. 10 Carlos Eduardo
    26 de Outubro de 2009 às 9:23 pm

    Desde pequeno aus meus 6 anos de idade,em minha casa eu imitava os apresentadoures de tv´s de minha casa, na escola era minha brincadeira predilecta, carros bola e bonecos nâo era meus brinquedos preferidos. sim jornalista era é hoje o meu maior e melhor brinquedo. esse que só min treaz alegria , prazer,sorriso, tudo de bom,tenho 18 anos é até hoje nem uma outra profiçâo passaram pela minha cabeça, no sepelho com a escova de cabelo faço uma espécie de microfone todos os dias.em minha casa mora minha mâe duas irmâ meu irmâo e eu que sou o mas novo da casa.
    men um deles sabe que em casa tem um jornalista principalmente minha mâe queri fazer uma supresa uma grade supresa. de trabalhar em uma qulquer emicoura de tv local de minha cidade.seria o meu maio sonho.vou fazer o primeiro pss garanto quer tudo vai da certo pesso eu. moro em Cabedelo na Paraia ao lado de Jâo Pessoa. objj

  11. 11 Bernardete
    5 de Junho de 2011 às 10:06 pm

    Olá Alexandre.
    Atualmente tenho o desejo de ser jornalista, já passou em minha mente a área de direito, mais o desejo de ser jornalista é bem maior, gosto de ver os programas de televisão em que passa as jornalistas falando, é muito encantador, as vezes me vejo nelas, sei que pra enfrentar essa profissão tem que ter garra e muito amor por ela, quero saber se o que passa na minha mente será uma paixão passageira e se devo continua até a realização desse sonho.
    Agradecida desde já.

    Esse espaço que vocês coloca é de muita importância, isso ajuda a muitos o que procuram uma resposta, seja ela positiva ou negativa é de muita valia.


Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s


I moved | Mudei-me

140char

Sharks patrol these waters

  • 119,689 nadadores|swimmers
who's online

Add to Technorati Favorites

View my FriendFeed



Twitter

Add to Technorati Favorites Creative Commons License

Naymz | LinkedIn

View Alex Gamela's profile on LinkedIn

View Alex Gamela's page at wiredjournalists.com


Videocast

a

Ouçam o meu podcast AQUI | Listen to my podcast HERE |


My del.icio.us

Use Open Source

LastFM

 

Junho 2007
S T Q Q S S D
« Mai   Jul »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

%d bloggers like this: